quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O conceito de IPTV já existe faz tempo e tentativas de implementação não faltam. A grande ideia da IPTV consiste na liberdade que o usuário terá ao acessar determinados conteúdos, justamente como ocorre quando você utiliza o YouTube. A única coisa que diferencia um pouco o serviço de IPTV do conteúdo OnDemand (serviço de sites como o GoogleVideo) é a qualidade e o tipo de vídeo.

Funcionamento

Para você ter uma ideia bem clara de como funciona a nova televisão, elaboramos o infográfico abaixo, confira:

– A transmissão ao vivo é enviada para as TVs que funcionam a cabo, via satélite e através da internet (a IPTV).

– A TV a cabo recebe somente a transmissão ao vivo, mas permite perfeitamente que o cliente escolha filmes através do pay-per-view, uma espécie de “sob demanda” mais simples.

– Finalmente o cliente da IPTV pode assistir ao conteúdo requisitado. Dependendo do serviço que você contrata, é possível assistir ao conteúdo da IPTV até no computador ou no seu notebook.

A IPTV ainda deve demorar um pouco

Outros países já utilizam IPTV?

Na Europa (Portugal, Espanha e Bélgica) já existem várias emissoras transmitindo através da IPTV, enquanto que na Ásia, a China está investindo nesta tecnologia. Observando os números de clientes que contrataram o serviço, vê-se claramente que a tecnologia ainda é muito recente e não despertou interesse em muitas pessoas.

Lá fora há outros tipos de serviço, por exemplo, nos EUA existe a chamada AppleTV. Apesar de seguir o conceito da IPTV, ninguém denomina o serviço como uma IPTV, porque ele serve mais como um pay-per-view, que permite ao cliente “alugar” filmes, comprar séries ou programas de TV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário